terça-feira, 27 de maio de 2008

Em mais uma noite vazia ela tenta pensar em como ser como agir no que se tornar,acende um cigarro, traga duas vezes e abre a janela, observa por alguns minutos toda aquela leve agitação de uma madrugada que poderá ter sido vazia não só para ela, a brisa leve de arrepiar a faz sentir-se bem.Não sabe explicar,mais se sente bem apenas bem.Talvez pense nele enquanto admira o movimento vazio e as luzes da cidade,pensa em estar longe bem longe onde nada nem ninguém a incomode mais se torna somente pensamentos quando escuta a leve vibração do celular.-Deus, quem será uma hora dessas?-numero restrito!.Ela espera por algum tempo com o celular a mão,tentando não querer saber e ao mesmo tempo pedindo:- Liga.!! liga de novo, mais foi em vão.Seja quem for realmente não queria falar com ela, talvez só quisesse deixa-la curiosa.pensa agora em tantas coisas que mal percebe que tudo que esta pensando gira em torno dele, quando percebeu tentou fazer alguma coisa, mais o que fazer em uma madrugada vazia?sai do seu quarto abrindo aporta suavemente para que não acorde ninguém -Já não basta eu sem sono.- anda pela cozinha,incrível como abre tantas vezes a porta da geladeira e a fecha, anda pela sala,senta um pouco no sofá e se acomoda...acende mais um cigarro e puxa o cinzeiro pra perto,a cada tragada sente um alivio mais ao mesmo tempo um certo desespero,do qual nem ela consegue intender.Termina seu cigarro passa pela cozinha novamente e ao pegar um copo d'agua -Tenho que dormir!- anda levemente ate o quarto já frio pois a brisa suave da rua o esfriou, fecha a janela,antes contempla pela ultima vez aquela cidade,aquela noite.Coloca seu copo na cabeceira,afofa os travesseiros e deita, estranho como dormir pra ela se tornou tão difícil ultimamente,pensa nele novamente e deseja não ter pensado, mais pensou e continua pensado, pra ela é como se estivesse fazendo errado ao pensar,briga com si mesma por pensar, por sentir falta,por querer,por gostar talvez brigue mais ainda por saber que não pode se envolver- Me envolver em que? se já estou envolvida até o pescoço!-ela briga pelas frases que deixou de falar,e ate pelas faladas.Rola de um lado, rola de outro tentando mais uma vez não pensar não brigar,afinal calma pequena,uma hora o sono há de chegar.

1 comentários:

danilo disse...

oO'

Caramba já virou um Ninja em Escrever xD

Depois fala que Não sabe escrever ¬¬'

Nossa da pra ver a cena de um jeito super Perfeito uU

\,,/,