quinta-feira, 11 de dezembro de 2008


Assim como o bem vem o mal também vai, sentimentos tristes hora vem hora vai; Dia um dia outro é assim que é, assim que temos que ser.

Sentir a dor de não ter pra sentir mais ainda a felicidade de ter.

Um gesto dado é apenas um gesto dado, mais quando não se tem nada, um gesto dado é tudo.

Queria saber uma maneira de arrumar meus pensamentos e escreve-los de forma agradável de ler e interessante, mais hoje só ira sair a verdade, no duro e seco!

O valor das coisas simples são percebidos quando não temos um olhar.Procuramos a felicidade sempre, mais se a temos não nos importamos em sermos felizes,agora se não temos,damos valor.

Digo isso pois quando estou triste apenas estou triste e me pergunto onde errei, o que fiz , e sempre o porque;Nunca recebo nenhuma resposta, mas quando estou feliz percebo o porque estava triste, no que eu errei e o que fiz.

Percebo que sem dias de chuva não reconheceríamos a beleza do Sol,Percebo que errei em achar que duraria pra sempre,as vezes demora a passar, mais a verdade é que passa.E que fiz errado em sofrer por borboletas sem assas, enquanto tem pessoas sem vida.

Hoje em um dia de felicidade,digo que não sentimos o valor de um abraço até que não o tivermos mais.

Escrevo pois senão transbordo, escrevo em dias bons para nos ruins me lembrar do que eu sou verdadeiramente, e em dias bons para que se um dia minha memória falhar,eu possa reler e me lembrar de cada abraço de cada sorriso de cada pensamento, e saber que sem eles hoje eu não estaria onde estou.

1 comentários:

Pia Fraus disse...

oi... adorei aqui também...bjo