terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Minha cabeça dói, pensei em ir dormir mais eu realmente não estou com sono, estou suando,tremendo e com uma sensação estranha,como se tivesse acabado de me acontecer algo ruim.
Talvez seja os cigarros,que ultimamente não tem sido poucos,ou sei lá, somente pressão pscicológica. Seja o que for, é ruim.
Me sinto insegura,cansada,quase derrotada; Incrível, me sinto derrotada mesmo sabendo que só se pode ser derrotada quando se trava uma batalha, e nem isso tenho.
Tão insegura tão vulneravel e tão indecisa. Estranho como quero tanto e logo mesmo querendo não sei se quero mais, verdade seja dita,acho que não tenho mais forças pra lutar, não por você nem por quem vira e sim por tudo.
quando percebo que vou sofrer,simplesmente largo,pra não ter que sentir dor como um dia senti,não que desistir não doa,mais doí menos,doí com menos humilhação.
Sei que tudo tem um propósito,e que geralmente, os fins justificam os meios mais queria q houvesse um meio diferente.
Há tanto tempo não escrevo,que parece que agora sai tudo de uma vez só.
Minha cabeça doí,minha mente esta cansada,sei que já é hora de dormir mais não quero dormir se for pra ter um sonho ruim.
O desejo que ele me desperta é quase insuportável que vezes ate prefiro não olhar,como se me atrai se em todos os sentidos,traços,músculos,olhares...
Esse chove-não-molha-que-nunca-molha
minha cabeça pesa,minhas mãos ainda tremem,e sinto uma leve dor dentro de mim.Estranho como parece que alguém esta apertando meu coração,é estranho como a dor é tão carnal.

1 comentários:

Nathalia Verony disse...

"quando percebo que vou sofrer,simplesmente largo,pra não ter que sentir dor como um dia senti,não que desistir não doa,mais doí menos,doí com menos humilhação."


sabias palavras garota.